Pedagogo a não esquecer

João de Deus Ramos Júnior, mais conhecido por João de Deus Ramos uma vez que, a determinada altura da sua vida, deixou de usar o apelido Júnior nasceu a 26 de abril de 1878, em Lisboa. Era filho de João de Deus e Guilhermina de Battaglia Ramos. 

Aos seis anos de idade iniciou os seus estudos num colégio interno no Jesuíta em Campolide, onde esteve até aos 14 anos.

No ano letivo de 1885/1886, matriculou-se no curso de Filosofia, no liceu Central de Lisboa.

Entretanto, pensou criar Jardins – Escolas e em lecionar o método João de Deus.    

 Em 1902, concluiu os seus estudos e publicou “Altos Princípios do Método João de Deus”.

Em 1907, tornou-se diretor do boletim das Escolas Móveis pelo método João de Deus.

Em 1908, assumiu a Direção que o seu pai tinha fundado e alterou-lhe o nome para Associação de Escolas Móveis pelo Método João de Deus e Bibliotecas Ambulantes.

No dia 2 de abril de 1911, inaugurou o 1º Jardim-Escola João de Deus, em Coimbra. 

Assim, a Associação passou a designar-se por Associação de Jardins – Escolas João de Deus, nome que mantém até aos dias de hoje.

Depois do 1º Jardim-Escola João de Deus de Coimbra, fundou mais dez Jardim-Escolas.

No dia 15 de novembro de 1953, estava a trabalhar no Museu João de Deus, na mesa de trabalho do seu pai, quando faleceu.

Assim, pela grandiosa obra pedagógica que nos deixou, todos os anos, no dia 15 de novembro, é feita uma homenagem, no Museu João de Deus em Lisboa.

4ºB 

João de Deus Ramos Júnior